Já vivi alguns contos de fadas como esses, não tão perfeitos, mas o final é sempre mesmo, quem fica sempre mal é a mesma personagem, eu.
Normalmente o inicio é um mar de rosas, mas como tu dizias o inicio é o que não é um mar de rosas, porque no inicio é quando aprendemos a gostar um do outro, quando nos conhecemos, quando aprendemos a lidar um com o outro, quando conhecemos as virtudes e defeitos de cada e aprendemos a lidar com eles, o inicio não seria um mar de rosas, admito não foi, mas e hoje? Passado um ano, voltamos ao inicio.
Tivemos bastantes aventuras, vivemos muito juntos, falo por mim, vivi bastante contigo apeguei-me demais a ti. Mas passado um ano, como estamos?
Sozinha não posso segurar algo que pesa por dois, sozinha não o consigo fazer. Eu não quero deixar de segurar, porque para mim não é um peso, mas sim algo que estimo muito que dure bastante tempo, porque é algo que me fez passar por momentos únicos, momentos que para mim valem tudo. Mas e agora, o que mudou?
Eu vou dar-te a mão sempre que quiseres, sempre que precisares, eu não te vou deixar cair, vou estar lá sempre. Porque eu por ti dava e dou tudo, e talvez seja por isso que tudo tenha mudado.

porque és tudo.
RG 

Sem comentários:

Enviar um comentário